cRio ESPM discute o desenvolvimento das cidades no pós-pandemia

Paulo Gadelha, coordenador da Estratégia Fiocruz para Agenda 2030, é o convidado do cRio para debater temas como infraestrutura, educação e mudanças climáticas.

Rio de Janeiro, 10 de agosto de 2020 – O think tank cRio ESPM, que estuda questões relacionadas à economia criativa das cidades, promove hoje, 11, às 17h, no canal do Instagram @crioespm, um bate-papo sobre o desenvolvimento das cidades no pós-pandemia. Guilherme Costa, professor de comunicação e sustentabilidade da ESPM Rio, recebe Paulo Gadelha, Estratégia Fiocruz para Agenda 2030 e membro do Grupo de 10 especialistas para os mecanismos de facilitação tecnológica da ONU.

“A população das cidades vai aumentar em dez anos e junto as desigualdades nesses territórios”, diz Costa. “Esse cenário pode ser diferente dependendo da gestão e planejamento das cidades e se seguirmos as orientações que estão na Agenda 2030 da ONU.”

A conversa vai levantar temas inerentes ao desenvolvimento das cidades e aos modelos de desenvolvimento para o enfrentamento das crises que atravessamos.

Organizada pela ONU em 2015, a Agenda 2030 pode ser um guia para gestores públicos e privados, além do próprio cidadão. Ela possui 17 objetivos de desenvolvimento sustentável que reúnem mais de 160 metas.

Leave a Reply

36 − 31 =